Psicólogo ou Psiquiatra: Quem Devo Consultar?

Atualizado: 23 de jun.


É comum existir confusão sobre a função desses dois profissionais que cuidam da saúde mental, o que dificulta na hora de decidir quem devemos consultar. Nesse post, você vai ler uma pequena explicação sobre cada um e espero que isso auxilie a sua decisão.


O psiquiatra é um médico que fez uma especialização em psiquiatria. Ele está habilitado a fazer diagnósticos, pedir exames médicos e internações, fazer tratamentos e prescrever medicamentos (que o psicólogo não pode) necessários para diversas doenças.  Alguns psiquiatras também fizeram treinamento extra e oferecem psicoterapia.


O psicólogo é o profissional que faz uma faculdade de psicologia, a ciência que estuda o comportamento e os processos mentais, como pensamento, sentimentos, aprendizagem e motivações do indivíduo. Ele está habilitado a fazer psicodiagnósticos, aplicação de testes psicológicos (que o psiquiatra não pode), orientação profissional e oferecer tratamento através da psicoterapia (ele não prescreve medicamentos). Alguns psicólogos fazem especializações em diferentes áreas (como dependência química, psico-oncologia e terapia de casais) e abordagens psicológicas específicas (como Terapia Cognitivo-Comportamental, Gestalt e Psicanálise). O psicólogo pode atuar em clínicas, hospitais, escolas, empresas e, mais recentemente, online (no Brasil, a psicologia online está regulamentada desde 2005).


O psicólogo e o psiquiatra são profissionais que cuidam da saúde mental e a escolha do psicólogo ou psiquiatra vai depender do tipo de problema, da severidade do problema e da preferência do indivíduo.


Algumas doenças, pela sua severidade, fortes fatores biológicos ou efeitos debilitantes no funcionamento do indivíduo, devem ser acompanhadas por um psiquiatra, como no caso da esquizofrenia, transtorno bipolar, demência, anorexia, TOC e depressão profunda. Nesses casos, a psicoterapia com um psicólogo pode ser indicada conjuntamente com o tratamento medicamentoso dado pelo psiquiatra.


A psicoterapia é bastante indicada para problemas que envolvem dificuldades nos relacionamentos, desejo de mudanças no comportamento, busca de autoconhecimento e da origem dos problemas (muitas vezes na infância), motivação e treinamento de habilidades sociais. A psicoterapia alivia sintomas e trata doenças como depressão, ansiedade social, medos e fobias, pânico, dificuldades conjugais e crises pontuais (como luto, divórcio, enfermidades e desemprego).


Se for escolhido o tratamento com um psiquiatra, este geralmente verá o paciente uma vez ao mês, ou a cada dois ou três meses, para verificação dos sintomas e controle dos medicamentos.  A duração do tratamento depende do tipo de problema, podendo durar de alguns meses até a vida toda.


Se for escolhido um psicólogo, este geralmente verá o paciente uma vez por semana para psicoterapia, que terá duração variável, dependendo do problema e da dedicação do paciente. Algumas terapias são breves, durando de 12 a 20 consultas, mais 2 a 3 consultas para o diagnóstico inicial. Outras terapias são mais longas, podendo durar vários meses e até anos. Espero ter esclarecido alguns pontos importantes para que você decida se deve procurar um psicólogo ou psiquiatra. Mas não se preocupe muito, pois na primeira consulta, tanto o psicólogo quanto o psiquiatra fará um diagnóstico inicial e orientará o paciente quanto à necessidade de psicoterapia ou medicamentos, fazendo encaminhamento para outros profissionais, se necessário.


Se tiver mais alguma pergunta, deixe nos comentários e eu responderei em um próximo post. Compartilhe com quem precise.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo