Dica Inusitada para Esquentar seu Relacionamento Amoroso



Muitos casais que buscam terapia reclamam que o relacionamento “esfriou”, que o sexo perdeu a graça e eles gostariam de reaver a intimidade que tinham tempos atrás. Uma pergunta frequente em fóruns de psicologia é: “o desejo sexual acabou, que fazer agora?” Essa é uma dificuldade comum na maioria dos relacionamentos, então vale a pena nos prepararmos para evitar que isso aconteça no nosso relacionamento.


Hoje vou dar uma dica bem fácil, mas preciso explicar algumas coisas antes de chegarmos a ela. As dicas mais fáceis Se você perguntar a alguém o que fazer para esquentar sua relação, as respostas mais comuns serão: “compre uns brinquedinhos no sex shop”, “assista filmes pornográficos juntos” ou “faça um jantar romântico para ela ou uma viagem romântica”. Seria tão bom se para reacender a antiga paixão bastasse comprar alguns brinquedinhos no sex shop, não seria? Seria tão mais fácil se para esquentar o relacionamento bastasse um jantar romântico ou uma viagem bacana.

Infelizmente, não é tão fácil assim, e quem já tentou esses métodos, percebeu algo importante: o desejo sexual está ligado a muitos fatores na vida do casal, não somente a um estímulo diferente durante o ato sexual ou a um momento romântico criado artificialmente entre o casal. Então, fazer algo pontual, somente no momento do sexo, não vai trazer benefícios de longo prazo. Assim, vamos pular essas dicas fáceis, mas que não funcionam isoladamente. O desejo sexual está ligado a muitos fatores emocionais, especialmente os sentimentos que temos em relação ao nosso parceiro, como admiração, confiança e segurança. Está ligado também ao nosso bem-estar e bom-humor que sentimos em relação ao nosso dia, à nossa autoestima e ao nosso relacionamento.


É mais fácil perceber isso nas mulheres: uma boa noite de sexo começa lá no café da manhã. A maioria das mulheres precisa se sentir valorizada, bonita, respeitada, desejada para conseguir relaxar e ter seu desejo sexual despertado. Agora, passe o dia inteiro sem conversar com ela, ou, pior ainda, discutindo sobre os problemas de sempre, criticando, implicando com ela, e veja o que ela vai te dizer à noite! Mas isso não é diferente para o homem, que também quer se sentir desejado, admirado, forte, valorizado, etc. Quando nos sentimos bem e felizes conosco e com nosso parceiro, temos o desejo de ficar próximos, de agradar, tocar e de fazer feliz. Mas se o casal vive discutindo e se criticando, não há desejo sexual que resista.

Ok, então o que posso fazer para ter esses sentimentos positivos no meu relacionamento?

Segundo John Gottman, psicólogo e pesquisador americano, há mais de 40 anos pesquisando sobre casais e casamentos que deram certo, o que torna um casamento feliz é a amizade profunda entre o casal e a prevalência de sentimentos positivos em relação ao nosso parceiro e ao nosso relacionamento. Na amizade profunda, conhecemos nosso parceiro, seus interesses, e dividimos seus sonhos e propósitos de vida. Os casais que têm casamentos duradouros também discutem e têm problemas, mas os sentimentos positivos são tão dominantes que superam sentimentos negativos (mágoas, irritação, raiva).

Então, uma forma garantida de manter o bem-estar geral no seu relacionamento é cultivar desde sempre a amizade profunda entre o casal, e a prevalência de sentimentos positivos no relacionamento. Isso pode ser feito de diversas formas, inclusive com brinquedos sexuais e passeios românticos, mas de preferência com uma abundância de pequenas atenções e gentilezas no dia-a-dia do casal, e muita (muita) conversa.

E se você não sabe bem por onde começar isso, a minha dica de hoje (finalmente) é buscar uma atividade física para o casal fazer juntos. A atividade física pode trazer tantos benefícios para o casal, que você vai se surpreender. O exercício físico é um antidepressivo natural.

Depois de fazer exercícios, sentimos um bem-estar físico e emocional muito grande, nos sentimos cheios de energia e poderosos. Além disso, é muito motivador saber que você conseguiu fazer aquela atividade (coisa difícil com a correria da vida moderna). Agora, junte a isso o seu parceiro, e você vai ter duas pessoas que se incentivam e se apoiam; que se sentem fortes, bonitos e poderosos juntos; cheios de energia e com a autoestima elevada. E ainda, que dedicam algumas horas da semana para uma atividade conjunta, onde ambos se divertem, fazem novas amizades e trocam informações, desejos e expectativas (a famosa “conversa”). Essa é uma receita para o sucesso.

Vale tudo. Sério! Não importa qual vocês escolham, todas vão trazer o mesmo benefício, desde que seja algo um pouco desafiador, divertido, interessante, para sair de casa, ver coisas e pessoas diferentes, e partilhar algo novo com companheirismo e cumplicidade. Essa atividade tem que ser algo que vão fazer com prazer, não é para ser mais uma obrigação chata. Converse com seu parceiro sobre isso e pensem juntos (companheirismo começa assim). Pode ser uma simples caminhada, ou algo mais criativo e desafiador, como patinar juntos, aulas de natação, escalada, passeios ecológicos, andar de caiaque, andar de bicicleta; usem a imaginação e variem o quanto quiser.

Faça isso e veja seu bem-estar físico e emocional aumentar, juntamente com o do seu parceiro. E veja o companheirismo e amizade do casal aumentar proporcionalmente, melhorando a comunicação e garantindo um relacionamento mais feliz, cheio de admiração, confiança e desejo nos momentos de paixão. Divirtam-se!

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo